PROCON ESTADUAL AUTUA 13 RESTAURANTES DA CIDADE DO RIO

O Procon Estadual realizou nova etapa da Operação Boa Novas nesta quarta-feira (28/03). Tendo em vista a Semana Santa , os fiscais vistoriaram 15 restaurantes que têm como especialidade peixes e frutos do mar. A ação ocorreu na Zona Norte, Zona Sul e Zona Oeste da Cidade do Rio. Foram autuados 13 estabelecimentos e cerca de 30kg de produtos impróprios ao consumo foram descartados.

 

O Restaurante A Marisqueira (Rua Barata Ribeiro, 232 – Copacabana) estava com pontos de ferrugem nas prateleiras das câmaras, o batente da porta era de madeira, os ralos não eram sifonados, e havia azulejos e pisos quebrados na área de preparo. Os fiscais deram o prazo de 15 dias para adequação do local. Estavam vencidos 750g de fígado bovino. Sem especificação da data de validade havia 2kg de rabada e 1kg e 700g de frango cozido. O restaurante não apresentou o certificado do Corpo de Bombeiros, nem os cartazes informando a disponibilidade de água filtrada e gratuita para clientes e do Disque 180 – do combate à violência contra a mulher.
Na Zona Oeste, foram encontrados problemas estruturais no restaurante Siri da Barra (Euvaldo Lodi, 65 – Barra da Tijuca). As lixeiras na área da cozinha estavam sem pedal, a câmara de resfriados com pontos de ferrugem na parede, o piso na câmera de congelados era rugoso. Os fiscais deram para o estabelecimento 15 dias para reparo. Entre os produtos vencidos encontrados havia 2kg e 700g de espaguete e 2kg de pastel de queijo.
No Siri do Galeão, localizado na Praia do Galeão, 1, na Ilha do Governador, estavam vencidas 12 garrafas de molho inglês. No Cachambi, o restaurante Evandro´s (Rua Cachambi, 315) armazenava 3kg de salsichão, 2kg de azeitona e três pastéis de Belém vencidos e não possuía o certificado de potabilidade da água.
Não foram encontradas irregularidades na Toca da Traíra (Estrada dos Três Rios, 445, na Freguesia) e no Restaurante Nomangue (Rua Coronel Pedro Corrêa, 122, em Jacarepaguá).
Balanço da Operação Boas Novas

1 – Princípio de Mônaco (Rua Miguel Lemos, 18 – Copacabana): Problemas estruturais: ferrugem na porta de congelados. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do cartaz informando a disponibilidade de água filtrada e gratuita. Prazo de 15 dias para sanar as irregularidades.
2 – Casa de Carnes Alentejo (Rua das Laranjeiras, 17 – Laranjeiras): Problemas estruturais: porta com ferrugem e borracha descolada na porta da câmara de resfriados, piso rugoso, acúmulo de água, tendais com ferrugem na câmara de carnes. Sem especificação de validade: 6kg e 600g de carne manipulada na área de resfriados.
3 – Siri do Galeão (Praia do Galeão, 1 – Ilha do Governador): Vencidos: 12 garrafas de molho inglês.


4 – Camarada Camarão (Av. das Américas, 777 – Barra):
 Problemas estruturais: área de bar com piso quebrado, lixeira com pedal ruim em área de cozinha. Prazo de 15 dias para reparo. Produto sem especificação de validade: 3kg e 45g de manteiga sem sal.
5 – Peixe Vivo (Rua Toneleiro, 76 – Copacabana): Problemas estruturais: pontos de ferrugem na câmara de peixe e no freezer do primeiro andar, ralo sem tela e acúmulo de água. Prazo de 15 dias para adequação.
6 – Toca da Traíra (Av. Lucio Costa, 8000 – Barra da Tijuca): Problemas estruturais: lixeira sem pedal, ralo não sifonado, fiação exposta na área da cozinha. Prazo de 15 dias para reparo. Sem especificação de validade: 400g de recheio de camarão para pastel. Ausência de certificado do Corpo de Bombeiros.
7 – Rei do Bacalhau (Praia da Bica, 263 – Jardim Guanabara): Problemas estruturais: batente da porta da câmara frigorífica de madeira, teto da cozinha com infiltração e bolor. Ausência de tela de proteção na área que separa a cozinha da área externa. Prazo de 15 dias para reparo.
8 – Caranguejo (Rua Xavier da Silveira, 98 – Copacabana): Problemas estruturais: azulejos quebrados na área de preparo. Prazo de 15 dias para reparo.
9 – Siri da Barra (Euvaldo Lodi, 65 – Barra da Tijuca): Problemas estruturais: lixeiras na área da cozinha sem pedal, câmara de resfriados com pontos de ferrugem na parede, piso rugoso na câmara de congelados. Prazo de 15 dias para reparo. Vencidos: 2kg de pastel de queijo, 2kg e 700g de espaguete.
10 – Nomangue (Rua Sá Ferreira, 25 – Copacabana): Ausência de certificado de potabilidade da água.
11 – Evandro´s (Rua Cachambi, 315 – Cachambi): Validade: 3kg de salsichão, 2kg de azeitona, três pastéis de Belém. Ausência de certificado de potabilidade da água.
12 – Pigalle (Av. Atlântica, 4206 – Copacabana): Problemas estruturais: pontos de ferrugem na câmara frigorífica, bancada de preparo quebrada, pisos quebrados. Prazo de 15 dias para reparo. Sem especificação de validade: 1kg de maionese, 1kg e 500g de molho de camarão. Vencidos: 1kg e 600g de torta de morango, 1kg e 600g de torta de maracujá.
13 – Marisqueira (Rua Barata Ribeiro, 232 – Copacabana): Problemas estruturais: pontos de ferrugem nas prateleiras das câmaras, batente de madeira, ralos não sifonados, azulejos e pisos quebrados na área de preparo. Prazo de 15 dias para adequação. Vencidos: 750g de fígado bovino. Sem especificação de validade: 2kg de rabada, 1kg e 700g de frango cozido. Ausência de certificado do Corpo de Bombeiros. Ausência do cartaz informando a disponibilidade de água filtrada e gratuita. Ausência do cartaz do Disque 180 – violência contra a mulher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s