PROGRAMA NACIONAL DE CRÉDITO FUNDIÁRIO É LANÇADO EM MAGÉ

O governo municipal e a Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário relançaram nesta segunda-feira (16), o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) que beneficiará agricultores do município no financiamento para a compra de terrenos. Parado desde 2012, o evento marcou a volta do Programa com a presença de autoridades municipais, representantes da UFRJ e de prefeituras vizinhas, que tem Magé como referência na agricultura.
“O PNCF é um programa do governo federal, é complementar da Reforma Agrária, que vem para beneficiar os agricultores familiares que são assalariados ou que são meieiros, também para agricultores familiares que têm pouca terra ou que desejam ter a sua terra através de um financiamento”, explicou Danielle Barros, delegada Federal do Desenvolvimento Agrário.
A Prefeitura de Magé foi representada pelo vice-prefeito Vandro Família, que ressaltou a importância do agricultor no município. “O nosso agricultor é o cara que leva o alimento à mesa e muita gente não sabe, o nosso agricultor hoje participa diretamente da renda do município. Então é muito importante que a gente valorize e traga projetos decentes para ajudar os nossos agricultores”, disse.
“Magé tem muita gente querendo plantar e não tem a propriedade, então esse crédito vai ajudar os produtores a poderem ter o seu pedacinho de terra, muitos até plantam, arrendam, mas ele quer ter o dele. E esse crédito agora vai ajudar a resolver esse problema. Aí entra a Secretaria com tudo que a gente tem a oferecer, por exemplo tem os tratores, os engenheiros, toda a expertise para tendo a terra ele possa plantar e plantar bem”, explicou o secretário de Agricultura Sustentável, Álvaro Alencar.

Magé é referência na agricultura da região

Durante o evento foram entregues os certificados que permitirão o uso do Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (SIPAF) para mais de 20 agricultores de Magé e Guapimirim. “Eu gostei muito porque agora fomos reconhecidos, eu não era reconhecido, mas agora fui procurado, me passaram esse projeto e eu abracei. Estou grato pela oportunidade, esse certificado é uma satisfação, porque agora posso vender a minha mercadoria na feira, expor aquilo que eu produzo, então estou feliz de depois de quase 40 anos de trabalho, ser reconhecido como Agricultor Familiar”, agradeceu o agricultor mageense, Robson Augusto.
Também participaram representantes de outros municípios como Mesquita, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Paracambi. O deputado federal Aureo participou do evento e destacou Magé no cenário atual do setor agrícola. “Magé é uma referência na agricultura familiar na Região Metropolitana, tenho certeza que vai ser desenvolvido um grande programa aqui, dando acesso às pessoas que querem comprar sua terra, plantar e ficar no campo. Magé, que está próximo a nossa capital, tem hoje a facilidade de escoamento da produção rural, vai ser exemplo hoje para a pessoa acessar o crédito, comprar sua terra, plantar e colocar o produto na mesa do carioca”, finaliza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s