VESTIBULAR CEDERJ PROMOVE A INCLUSÃO SOCIAL

São oferecidas mais de 7,4 mil vagas em universidades públicas

 

 Pronto para realizar mais um vestibular, ofertando 7.409 vagas, em 16 cursos de graduação a distância em universidades públicas, o Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cederj) confirma seu papel de agente social e de promotor da democratização do ensino superior. O presidente do Cederj, Carlos Bielschowsky, conversou com o D.O Notícias sobre o programa.

 

D.O Notícias – O que o senhor destaca no vestibular?

 

Carlos Bielschowsky – O alcance social. Nosso foco principal é ajudar a reverter a dificuldade de acesso à educação. Tentamos abrir caminhos para que as pessoas possam fazer um curso da UFF, da UFRJ, do Cefet, etc.

 
D.O Notícias – Como avalia o uso da nota do Enem no processo seletivo e do sistema de cotas socioeconômicas?

 

Bielschowsky – Acho muito positivo, pois você aumenta as opções para os alunos. Entretanto, acho que mais importante do que o uso da nota do Enem é a utilização das cotas socioeconômicas. Isso traz para dentro do consórcio Cederj uma população mais carente. Esse sistema proporciona uma maior igualdade social. Além disso, nós aferimos em uma pesquisa com 54 mil estudantes, que os alunos com renda mais baixa são os que alcançam maior índice de conclusão. Isto significa que as cotas não estão atrapalhando o desempenho acadêmico, pelo contrário, estão ajudando. Tenho a impressão que essa tríade, sistema de cotas, uso do Enem e vestibular, cria elementos favoráveis para atingirmos nosso objetivo, que é a inclusão social.

 
D.O Notícias – Qual é o maior benefício do Vestibular Cederj?

 

Bielschowsky – Considero como maior benefício a oportunidade de uma formação de qualidade para pessoas que não teriam esse acesso. São pessoas que moram no interior do estado ou que trabalham e têm uma renda familiar menor. Isso é transformador sob o aspecto social. Os cursos têm a mesma qualidade do presencial. Os resultados finais medidos pelo Ministério da Educação (MEC), através do Enade, indicam que o desempenho dos alunos do Cederj é igual ou superior ao alcançado nas universidades presenciais.

 
D.O Notícias – Até hoje, quantas pessoas já foram beneficiadas?

 

Bielschowsky – Os cursos ofertados visam o desenvolvimento do estado. Atuamos com 33 polos. Temos hoje cerca de 50 mil matriculados. Pela instituição, já passaram 90 mil estudantes. O consórcio trabalha com Uenf, Uerj, UFF, UFRJ, UFRRJ, UniRio e Cefet. Há ainda o Instituto Federal de Campos, que deve oferecer no futuro um curso de tecnólogo em desenho, a Faetec que também está buscando um curso de tecnólogo e, recentemente, recebemos o Instituto Federal do Rio de Janeiro.

 
Serviço:

Inscrição: até 10 de maio

Prova: 9 de junho

Inscrições: http://www.cederj.edu.br/vestibular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s