ESCRITÓRIO DE EMATER-RIO É INAUGURADO EM GUAPIMIRIM

Prefeitura firma parceria tecnológica com a Pesagro

Inauguração do escritório da Emater-Rio

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (11/6) a inauguração do escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-Rio), no Bananal, no mesmo prédio onde funciona a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca.

“Quero agradecer a todos os presentes e dizer que nestes 18 meses de governo, Guapimirim tem avançado muito. Hoje não é um dia como outro qualquer. A inauguração do escritório da Emater-Rio garante maior independência para a concretização de ações voltadas para a agricultura”, agradeceu o prefeito de Guapimirim, Zelito Tringuelê.

“Convidamos alguns produtores rurais de Guapimirim para que expusessem seus produtos aqui neste evento. E tudo o que vocês estão vendo aqui, como maracujá, mel, aipim e inhame, foi produzido em nossa cidade. Isso demonstra o grande potencial agropecuário que temos”, falou o secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Daniel Eugênio.

“A parceria entre as secretarias municipais de Educação e de Agricultura, Pecuária e Pesca foi fundamental para trazer a confiança nos agricultores, que tinham receio de vender sua produção para a Prefeitura, que nunca tinha comprado alimentos da merenda escolar das mãos deles. E hoje eu tenho orgulho de dizer que nossos alunos têm uma merenda de qualidade e que mais de 70% dos recursos da merenda escolar são utilizados na agricultura familiar local”, destacou a secretária Municipal de Educação, Cecília Pais.

Atualmente, 72,8% dos recursos destinados à merenda escolar são usados na agricultura familiar.

“Guapimirim começa uma nova história na agricultura, por estar recebendo o escritório da Emater-Rio. Antes, era preciso ir para Magé”, disse o vereador Nelcir da Lage, presidente da Comissão de Agricultura da Câmara Municipal, em alusão ao fato de que só havia um posto da Emater-Rio em Guapimirim e que o mesmo era subordinado ao escritório de Magé. Um posto de atendimento é uma base sem autonomia funcional, estando subordinado a algum escritório.

“A abertura do escritório da Emater-Rio em Guapimirim é muito importante. Temos 92 municípios fluminenses e 72 escritórios espalhados. Transformamos um escritório em posto de atendimento em outra cidade e decidimos transformar o posto de Guapimirim em escritório. Com isso, ganhamos um pouco mais de autonomia. Essa decisão se deve ao que Guapimirim está se tornando em termo de agricultura, tornando-se um polo de produção orgânica. No ano passado, registramos mais de 300 atendimentos no município e sabemos o quanto nossa presença é importante”, explicou o diretor técnico da Emater-Rio, Ricardo Mansur.

Entre os pontos abordados foi o cadastramento das atividades dos produtores rurais locais, para que possam emitir nota fiscal dentro de Guapimirim em vez de em alguma cidade vizinha. A não legalização provoca evasão fiscal, isto é, a perda de receita para o município,

“É fundamental que os produtores entendam a necessidade de se cadastrarem e de se regularizarem, não só para o município, mas para as famílias dos produtores (…); temos a promessa de uma grande feira, que o senhor deve investir nisso, porque isso gera atração turística, renda e emprego para a população”, diretor da Secretaria de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro, Antônio Emílio Santos.

O senhor Cristóvão Moreira, considerado um dos maiores produtores rurais da região, contou que a partir deste ano passará a emitir nota fiscal por Guapimirim. Mesmo produzindo no município, ele emitia nota fiscal em Cachoeiras de Macacu, o que gerava uma evasão fiscal, isto é, a perda de receita para Guapimirim.

“Vamos alavancar muito em Guapimirim, porque temos o carinho do prefeito e do secretário para com os produtores rurais. Agora o que eu produzir em Guapimirim terá nota fiscal emitida em Guapimirim”, contou Cristóvão Moreira”.

A título de curiosidade: no início do governo, em 2017, haviam 18 produtores emitindo nota fiscal por Guapimirim. Atualmente, há 55. O crescimento é de 150%. O cadastro no número de produtores subiu 200%: antes eram 88, agora, ao menos 264, segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca.

Parceria com a Pesagro-Rio

Durante a cerimônia de inauguração do escritório da Emater-Rio, foi firmada uma parceria entre a Prefeitura de Guapimirim e a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (Pesagro-Rio). O órgão fluminense poderá oferecer apoio tecnológico aos produtores como análise laboratorial do solo, por exemplo.

“Sem tecnologia não há avanço. O produtor rural precisa dar um passo adiante. Temos, no estado do Rio de Janeiro, um grande mercado consumidor e precisamos de produtos de qualidade, e temos de dar ao produtor a oportunidade de fazer a venda direta, o que agrega um grande valor. A Pesagro-Rio pode oferecer tecnologia, pois sem pesquisa não há avanço (…); eu quero parabenizar ao senhor, prefeito, por colocar a agricultura como pauta principal de seu governo”, declarou o presidente da Pesagro-Rio, Rafael Miranda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s