OPERAÇÃO CENTRO PRESENTE COMPLETA DOIS ANOS

População aprova as ações, que reforçam a segurança na região

A Operação Centro Presente completou ontem dois anos de atuação. Desde que foi iniciada, em 4 de julho de 2016, os índices criminais foram reduzidos em toda região do Centro do Rio de Janeiro. Até o dia 2, foram efetuadas 3.410 prisões pelos agentes, a maior parte por posse e uso de entorpecentes. Além dos flagrantes, foram cumpridos também 809 mandados de prisão, a maioria dos casos por roubo, furto, tráfico de drogas e homicídio.

 

– Tenho muito orgulho de estar responsável por essa base e a cada dia perceber que estamos mudando a rotina das pessoas que frequentam a região, que hoje podem ir e vir com mais tranquilidade. Estamos cumprindo a nossa missão, que é levar a paz à área central do Rio de Janeiro com educação, respeito e idoneidade – disse o major Márcio Rocha, coordenador da base Central do Brasil, da Operação Centro Presente.

 

Elogios

 

Segundo o comerciante Nonato Braga Silva, de 50 anos, a segurança é um incentivo para visitar a região com sua família.

 

– Com o Centro Presente, a gente se sente mais seguro para visitar e tirar fotos. Vimos vários policiais por todo o caminho – disse.

 

A vendedora Maria do Carmo Machado, de 47 anos, trabalha no Centro há 15 anos e viu sua rotina mudar com a chegada da operação.

 

– O patrulhamento nos transmite muita segurança. Trabalho aqui há muitos anos e tinha que sair antes de escurecer. Hoje, já fico tranquila em fazer o horário da noite, pois assim garanto melhores vendas – afirmou a vendedora.

O casal Julia Castro e Henrique de Assis, ambos de 18 anos, visitava alguns museus da região.

 

– Viemos para passear nos museus e estamos nos sentindo muito seguros. A vigilância é importante e a gente sempre preza pela presença da polícia – contou Julia.

 

Alex Leandro Alves, de 44 anos, comerciante da região, elogia o projeto.

– A operação trouxe um conforto muito grande para quem transita por aqui. Meu estabelecimento agradece, pois minha fatura mensal melhorou demais com o patrulhamento, e as pessoas se sentem mais seguras para o lazer – ressaltou.

 

Patrulhamento do Centro do Rio é feito diariamente

 

O reforço no patrulhamento no Centro do Rio de Janeiro é feito diariamente por 522 policiais militares da ativa, da reserva e agentes civis egressos das Forças Armadas. A área de atuação da Operação Centro Presente vai da Praça Mauá até a Candelária, passando pela Praça XV, Largo da Carioca, Rua Uruguaiana, Sete de Setembro e Avenida Presidente Vargas até a Praça Onze. A operação funciona de segunda a sexta, das 6h30 às 22h, e sábado e domingo, das 8h às 20h.

 

Social

 

A ação conta com a participação de diversos órgãos: Secretaria de Direitos Humanos e Política para Mulheres e Idosos; Polícia Militar; Polícia Civil; Comando Militar do Leste; Secretaria Executiva de Coordenação de Governo da Prefeitura; Guarda Municipal; secretarias municipais de Ordem Pública, Desenvolvimento Social, Conservação e Transportes; e Comlurb.

 

A operação também tem o trabalho social como foco. Já foram 9.692 acolhimentos. A ação conta com assistentes sociais de plantão, que fazem o encaminhamento para o acolhimento de moradores de rua e, ainda, cuidam de pessoas perdidas e sem documentações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s