O HORTO MUNICIPAL RECEBE MUNICIPAL REFORMA PARA COMEMORAR 30 ANOS

O Horto Municipal José Carneiro Dias, em Itaipava, recebe no segundo semestre deste ano uma reforma para iniciar a programação de aniversário de 30 anos, que será comemorado em agosto de 2019. O local funciona sexta-feira e sábado, de 8h às 18h, e aos domingos, de 8h às 13h. São 35 boxes mais três lojas, sendo uma lanchonete, um total de 38 cadastrados. O espaço é um dos mais concorridos por veranistas que procuram os distritos nos finais de semana recebendo mais de mil pessoas aos sábados e domingos

O Hortomercado será contemplado com pintura geral interna e externa, troca total da rede elétrica, nova iluminação e os boxes terão um novo layout, que será adequado pelo próprio proprietário. Os anexos também serão melhor aproveitados, com a implantação de um polo educacional rural, com cursos técnicos para os agricultores, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).Segundo o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mauricio Soares, a previsão é que a obra dure em torno de 90 dias e a programação para o lançamento de aniversário já está sendo definida.

“O Hortomercado Municipal fomenta a agricultura e a economia da cidade. É um ponto de grande visitação de turistas e moradores da região que abastecem dos melhores hortifrutis. São 30 anos de muito trabalho e que precisa ser fortificado sempre com o objetivo de crescimento e melhora”, disse o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O produtor rural Pedro Américo dos Santos, trabalha no Horto desde a inauguração em 1989 e seu envolvimento com a agricultura é familiar, seu pai foi produtor e hoje ele trabalha junto com a esposa e as filhas, no Bonfim, em Corrêas. “Minha renda sempre veio das vendas do Horto. Criei minhas filhas nele. O Horto foi uma das melhores coisas que o poder público fez para Itaipava e para o produtor que consegue vender diretamente seu produto”, contou Pedro.

“O Horto foi criado para incentivar a agricultura e se tornou um ponto turístico, o produtor sai da lavoura para vender sua mercadoria diretamente para o consumidor. Queremos o fortalecimento dessa estrutura, para fomentar também o turismo rural”, pontuou o diretor do Departamento de Agricultura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s