POSTOS DE SAÚDE MOVIMENTADOS NO DIA D DA CAMPANHA CONTRA SARAMPO E POLIO

Mais de 2,5 mil crianças imunizadas até este sábado (18.08) 

A Vacinação contra o Sarampo e Poliomielite teve sequência neste sábado (18.08), Dia D da campanha nacional. Os postos de saúde ficaram movimentados já nas primeiras horas do dia. Somente no Centro de Saúde Coletiva, foram 142 doses aplicadas, na parte da manhã. Até este sábado, 2,5 mil crianças haviam sido imunizadas na cidade.

Este dia é fundamental para a conscientização dos pais sobre a importância de manter a imunização dos filhos em dia e se prevenir contra estas doenças. As equipes estão empenhadas para atender toda a população. Quem não pode levar os filhos para vacinar neste sábado, terá ainda mais 11 dias da campanha para imunizar.

O Dia D da Campanha contra Sarampo e Poliomielite contou com 29 postos. A Campanha vai até o dia 31 deste mês, seguindo com a participação de 15 salas de vacinação, atendendo crianças entre um ano e menores de cinco, que são o público alvo da estratégia da imunização. A estimativa da Secretaria de Saúde é imunizar um total de 14 mil crianças neste período.

Os pais devem se conscientizar que precisam levar os filhos para tomar a vacina e ficar imune. É sempre necessário levar a caderneta de vacinação. Todas as crianças desta faixa etária devem ser vacinadas, mesmo as que já tenham sido imunizadas anteriormente. A maior prevenção é a vacina. É importante também manter o Calendário Nacional de Vacinação atualizado.

A baixa procura pela atualização do Calendário Nacional de Vacinação chama a atenção em todo o Brasil. Em Petrópolis, a poliomielite fechou o ano de 2017 com 71% do público vacinados. Outra doença alvo da campanha em todo o país é o sarampo. Há 26 anos Petrópolis não registra casos da doença.

As vacinas são seguras e estimulam o sistema imunológico a proteger a pessoa contra doenças transmissíveis. Porém, para algumas delas, a cobertura vacinal é baixa. É o caso dessas duas doenças que são alvos da Campanha.

Apesar das mais de duas décadas sem registros de sarampo no município, a Secretaria de Saúde conta com unidades básicas, de urgência e emergência e hospitais em contato constante realizando monitoramento para rápida atuação em caso de suspeita da doença. A cobertura vacinal da triviral, que previne, além do sarampo, a rubéola e a caxumba, terminou o ano passado com 73% do público vacinados.

“O Dia D é importante para atendermos quem não consegue levar os filhos durante a semana e, assim, chegar a um grande número de pessoas. É importante que as pessoas não deixem para a última hora e levem seus filhos aos postos de saúde”, pontuou a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Cardoso.

A dificuldade em conseguir um tempinho na dura rotina de trabalho fez com que o auxiliar de produção Marco Aurélio Barroso, de 26 anos, levasse o filho, Lorenzo, de um ano, para vacinar neste sábado. Ele aproveitou o Dia D e procurou o Centro de Saúde.

“Como tanto eu quanto a mãe trabalhamos, temos dificuldade para levar o Lorenzo para vacinar durante a semana. Então poder vir num fim de semana nos ajuda muito, pois é quando temos mais tempo. E é importante vacinar, previne contra muitas doenças”, completou Marco Aurélio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s