CLÍNICA DO MUTUNDO, EM SÃO GONÇALO, REALIZA GRUPO CONTRA ANSIEDADE

O manejo da ansiedade em busca de uma vida mais leve e produtiva faz parte da rotina dos pacientes que participam do grupo terapêutico de ansiedade, semanalmente, na Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo. Viver com ansiedade tem efeitos emocionais, físicos e sociais e a proposta do grupo é a recuperação destes efeitos devastadores através da partilha de sentimentos e da ajuda mútua, com enfoque na reorganização das vidas e na compreensão das emoções e dos sentimentos.

Segundo o psicólogo José Renato Velasco, que conduz o projeto, a ansiedade faz com que puxemos inúmeros quadros a eles associados. “O primeiro passo é ser psicoeducado, conseguindo reconhecer qual é o seu problema. Ansioso todos nós somos, e o que nos tira da inércia é a busca pelo equilíbrio. A saúde mental é tão importante quanto às questões de ordem física. O primeiro passo é aceitação da ansiedade. Temos picos de ansiedade mas conseguimos equilibrar a rotina quando conseguimos dissolvê-la, estabelecendo pausas e relaxando. Temos que revisar os pensamentos disfuncionais e reestrutura-los. A gente maximiza as evidências negativas e perde a capacidade de resolução de problemas”, declara José Renato.

A perturbação da ansiedade generalizada caracteriza-se pela presença de preocupações excessivas e recorrentes sobre aspectos do cotidiano – o trabalho, os filhos, a saúde da família ou tão simplesmente acerca das questões do dia a dia, e tende a ser acompanhada de sintomas físicos.

Moradora do bairro Mutondo, a pensionista Silvia Fontes, 66 anos, é uma das participantes mais assíduas. “Eu vim na unidade para me consultar, estava tendo uma reunião do grupo e resolvi participar. Agora virou hábito, toda segunda estou aqui. Eu sou a única pessoa que não me acho ansiosa mas o resto das pessoas que convivem comigo acham que sim”, revela.

O grupo conta também com o auxílio de um educador físico, que realiza exercícios de relaxamento e alongamento, de uma fisioterapeuta, que auxilia em relação à postura corporal, já que as dores da ansiedade acontecem na região do pescoço, além da fonoaudióloga que auxilia com técnicas de respiração e a nutricionista que demonstra formas de combater a ansiedade com a nutrição. Todos os profissionais atuam no Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf). A reunião do grupo acontece todas as segundas-feiras, às 14h, na Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo, na Avenida Presidente Backer, 358.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s