FÓRUM DE MULHERES DE ITABORAÍ REALIZA PALESTRA JUNTO A SOCIEDADE

O Fórum Permanente de Mulheres de Itaboraí apresentou na última sexta-feira, 14/09, na OAB-RJ 25ª Subseção-Itaboraí, uma reunião para a construção do orçamento e participação de controle social das políticas para as mulheres do município. O encontro teve o objetivo de construir junto a sociedade um orçamento e controle social de políticas públicas, além de solicitar a implantação da secretaria da mulher.
De acordo com a presidente do Fórum Permanente da cidade, Idimeia do Nascimento Monte de Souza, o evento teve o intuito de construir um orçamento para preparar as mulheres para ocupar seu espaço, oportunizando ainda visibilidade na sociedade.
“Nós já conquistamos vários espaços, fomos homenageadas no Senado Federal e vamos continuar lutando para que possamos vencer muitos obstáculos. Através dos nossos trabalhos, começamos empoderar essas mulheres para que elas possam se prevenir contra a violência, orientando também para que possam saber e usar seus direitos no momento certo. É de suma importância esclarecer que estamos lutando para que seja fundada a secretaria da mulher nas três esferas, nacional, estadual e municipal, onde irá beneficia a todas pois temos diversos programas em vários locais e a existência desta secretaria irá facilitar até mesmo o admirativo”, destacou Idimeia.
Segundo a executiva do Fórum, Ana Paula Pontes de Souza, em 2003, foi criada a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR) para promover a igualdade entre homens e mulheres e combater todas as formas de preconceito e discriminação herdadas de uma sociedade. Desde então, vem luta para construir um país mais justo, igualitário e democrático, por meio da valorização da mulher e de sua inclusão no processo de desenvolvimento social, econômico, político e cultural.
“Nós estamos trabalhando há muitos anos com a nossa reflexão junto a sociedade, com o poder público, organizações e movimentos sociais. Percebemos que ao longo dos anos foram deixadas  algumas demandas da sociedade, como por exemplo  sobre  as exigências e desejos da mulher, que na realidade são os direitos , como a delegacia e o hospital da mulher”, comentou Ana Paula.
“Estamos trabalhando justas seja a nível local, estadual ou nacional, nosso compromisso é atuar  diretamente neste contexto e o mais importante é preparar as mulheres sobre esta questão. Queremos tecer redes com pessoas que ajudarão a população também pelo controle orçamentário em nossa região”, frisou a  coordenadora de orçamento do Fórum, Luciana Araújo da Silva Pereira.
O Fórum Permanente foi criado para atender as necessidades femininas, oportunizando o empoderamento de seus direitos. Tem o compromisso de fortalecer a luta pela garantia dos direitos das mulheres e fomentar políticas públicas pró-equidade de gênero, a reflexão, organização e articulação das mulheres fundado em princípios feministas. Além da missão em defesa dos direitos das mulheres. Desenvolve ainda atividades como construção da rede de comunicação e articulação entre grupos e movimentos de mulheres e a formação de lideranças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s