BOLSONARO VENCE EM 4 ESTADOS QUE ERAM REDUTOS DO PT DESDE 2002

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), venceu em 4 estados que deram vitórias ao PT no 2º turno em todas as eleições desde 2002: Amazonas, Amapá, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Minas Gerais e Rio de Janeiro são, respectivamente, o 2º e o 3º maiores colégios eleitorais do país, e foram fundamentais para a vitória de Bolsonaro. Juntos, respondem por 4,7 milhões dos 10,8 milhões de votos que o presidente eleito teve a mais que Fernando Haddad (PT) neste segundo turno.

No Amapá e no Amazonas, a vantagem de Bolsonaro em relação a Haddad foi menor: o presidente teve 1.480 a mais no primeiro, ou 0,4% dos votos válidos; e 9.586, ou 0,54%, no segundo.

Além de tomar 4 redutos do PT, Bolsonaro venceu em todos os 7 estados que, desde 2006, vinham dando a maioria dos votos ao PSDB no 2º turno: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e São Paulo.

Nesses locais, o presidente eleito venceu inclusive no 1º turno. Em São Paulo, estado que é o berço político do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, Bolsonaro obteve 53% dos votos válidos contra 9,52% do tucano no dia 7 de outubro.

No 2º turno, o percentual de votos do candidato do PSL saltou para 68% no estado, o maior avanço entre todas as unidades da federação. em 2018.

Enquanto Bolsonaro teve vitórias em portos seguros de petistas e tucanos, as de Fernando Haddad ficaram praticamente restritas a redutos de seu partido.

O candidato do PT venceu em 11 estados no 2º turno em 2018. Desses, 10 já vinham votando majoritariamente no partido desde 2002: Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Grande do Norte, Sergipe e Tocantins. O 11º é Alagoas, onde os presidenciáveis petistas só não venceram o 2º turno em 2002.

PT, PSDB, PSL

Esta foi a 5ª eleição consecutiva em que a corrida pela Presidência da República foi decidida no 2º turno. Até quatro anos atrás, a disputa era sempre entre PSDB e PT, que venceu todas até 2014.

Apesar das vitórias, a vantagem dos candidatos petistas em relação tucanos foi sendo reduzida:

  • Em 2002, Lula (PT) venceu em 26 das 27 Unidades da Federação
  • Em 2006, esse número caiu para 20
  • em 2010, Dilma (PT) ganhou em 16
  • Em 2014, o número caiu para 15

Em 2014, com Aécio Neves, o PSDB conquistou seu melhor desempenho desde 2002: o partido venceu em 12 UFs no 2º turno.

Essa trajetória, entretanto, foi interrompida em 2018, quando, com Alckmin, os tucanos ficaram de fora do 2º turno. Bolsonaro levou o até então nanico do PSL para a disputa contra o PT, e venceu em 16 das 27 UFs – todas as 12 que haviam votado em Aécio em 2014 e as 15 que escolheram Dilma (veja a evolução no gráfico acima).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s