RECICLAGEM E REAPROVEITAMENTO DE ALIMENTOS É O TEMA DO PROJETO COZINHA BRASIL

Segunda (29) aconteceu o primeiro dia do Projeto Cozinha Brasil, realizado pelo Serviço Social da Indústria (SESI), com apoio da Secretaria Municipal de Planejamento e Projetos Especiais e da Guarda Municipal. Localizado no Condomínio Residencial Venda da Cruz, o curso foi das 13 às 17 horas e teve 20 pessoas inscritas, moradores do próprio condomínio, que ainda participarão de mais dois dias consecutivos, até a próxima quarta-feira (31), e ganharão um certificado e um livro.

Nesta primeira aula, os participantes aprenderam sobre as teorias básicas de reciclagem e reutilização de alimentos. Além disso, foi explicado a vantagem de cada alimento na saúde. “É um curso de 10 horas de aproveitamento integral dos alimentos e consumo consciente. Ensinamos todas as técnicas de conservação para ampliar o tempo de duração dos alimentos em casa, evitando desperdício. Além de técnicas de reaproveitamento de sementes, cascas e talos para fazer novas receitas saudáveis” explica Aline Monteiro, nutricionista do projeto e ministrante das aulas.

Na primeira aula, foi ensinada a receita de bolo de casca de laranja e o suco da horta, a qual contém couve, maracujá e limão. Cada dia tem comidas específicas e trocas interessantes. Uma das dicas passadas é sempre ter o máximo possível de cuidado na hora da manipulação dos alimentos, principalmente com a higiene, pois isso é essencial para uma durabilidade e conservação do produto.

Dentro do cronograma de ensino, todos os participantes receberão um certificado e um livro de receitas ao final do curso. Assim como, um aprimoramento na gastronomia de casa ou profissional. A feirante, Míriam Mendonça, afirma que quando soube do curso foi logo se inscrever, já que sempre quis se inteirar mais no assunto.

“Eu precisava me ampliar nessa área, uma vez que tenho filhos e parentes que precisam de alimentação saudável. Eu mesma tenho baixa imunidade e eles também. Nutricionista não são baratos e nem as dietas, então essa forma é uma boa solução”. Ainda completou que com o que aprender, pretende conseguir uma renda extra em casa: “Eu trabalho numa feirinha com brinquedos, mas queria trabalhar com alimentos saudáveis, uma vez que é um mercado em alta hoje em dia e um diferencial onde trabalho. Pode atrair mais o público”, concluiu.

O projeto da Secretaria de Planejamento é um dos blocos do Minha Casa Minha Vida com intuito de trazer para os moradores a questão de saúde, da reciclagem e do reaproveitamento dentro da própria casa de consumo. A meta é no próximo ano fazer mais turmas e abordar mais assuntos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s