ITABORAÍ REALIZA O 4° SEMINÁRIO DE ENVELHECIMENTO E SAÚDE

A Secretaria Municipal de Saúde realizou na manhã desta quarta-feira (31/10), no Rotary Clube, no Centro, o 4º Seminário de Envelhecimento e Saúde de Itaboraí.

Com iniciativa do Programa Municipal Saúde do Idoso, o evento reuniu dezenas de pessoas, entre profissionais de saúde, cuidadores de idosos, estudantes e demais interessados e ligados ao tema, que juntos, tiveram a oportunidade de discutir o envelhecimento em pleno século XXI.

“Envelhecer é bom, morrer cedo é que não é. Precisamos criar a cultura de pensar na velhice desde cedo e nos preparar pra ela. São nossas escolhas ao longo da vida que vão formar nosso envelhecimento. Tempos que pensar na nossa expectativa de vida com qualidade. Para isso, precisamos criar estratégias para envelhecermos bem, de forma saudável”, comentou a coordenadora do Programa Municipal Saúde do Idoso, Maria Aparecida do Nascimento Coelho, ao lado da Presidente do Conselho Municipal do Idoso, Isaura Souza.

Segundo o último censo, realizado no ano de 2010, o município de Itaboraí, possui cerca de 22.492 idosos. Programas públicos planejados especialmente para este público específico vêm dando ainda mais qualidade de vida a pessoa idosa de Itaboraí. Além de possuir o Programa Saúde do Idoso, a cidade também possui a única escola para idosos, com alunos a partir de 50 anos de idade, o Centro de Referência de Educação para Idosos de Itaboraí (Cremii). Outra iniciativa é o Programa Conviver com o idoso, oferecendo atividades físicas, resgatando autoestima e o bem-estar das pessoas de 3ª idade. Também, o Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Itaboraí (Itaprevi), que mensalmente reúne os aposentados e pensionistas para participar de atividades ligadas ao lazer, à saúde e ao bem-estar.

O encontro foi aberto pela assistente social, especialista em gerontologia, Maria Angélica Sanchez. Na sua palestra “Como alcançar o envelhecimento saudável”, mostrou fatores importantes e imprescindíveis, que contribuem diretamente para um bom envelhecimento. Ela explicou que segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, no ano de 2060 o número da população idosa terá superado as demais faixas estarias.

“Fiquei encantada em saber que Itaboraí tem políticas públicas voltadas para a 3ª idade. Isso influencia muito para um envelhecimento ativo. Desta forma a cidade está dando um passo além no que diz respeito a envelhecimento saudável”, disse a especialista.

O vento seguiu com palestras sobre “Concepção e Envelhecimento”, com a psicóloga e neuropsicóloga, Kelvya Maia e com a psicóloga especialista em psicanálise, Shayene Torres. Além de apresentações sobre o Cremii, realizado pela diretora, Mayara Conceição do Amaral; do Projeto Conviver com o Idoso, com a coordenadora, Tânia Almeida Conceição e sobre o funcionamento do Itaprevi, com a presidente Andréia Daumas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s