PREFEITURA DE TERESÓPOLIS RETOMA CIRURGIA DE VASECTOMIA PELO SUS

Atendimento é realizado pelo programa de Planejamento Reprodutivo da Secretaria de Saúde

A Prefeitura de Teresópolis voltou a realizar vasectomias atravpes do Sistema Único de Saúde. Parado há mais de um ano, todo o procedimento é coordenado pelo setor de Planejamento Reprodutivo (antes chamado de Planejamento Familiar), da Secretaria Municipal de Saúde.
“Nos últimos anos, tivemos dificuldades com relação a vasectomia, pois ficamos sem psicóloga e médico cirurgião. Agora, a atual gestão proporcionou o retorno das cirurgias. Com isso, primeiramente vamos atender os homens que já estão na fila de espera e ampliar nosso atendimento aos demais que buscam esse tipo de procedimento”, disse a responsável pelo Planejamento Reprodutivo, Sirleia Esteves Nóboa.

Planejamento Reprodutivo

A opção por um método contraceptivo que seja definitivo deve sempre ser orientada por profissionais da área de saúde. Na Prefeitura de Teresópolis, essas orientações acontecem no setor de Planejamento Reprodutivo, da Secretaria de Saúde. Através dele, o paciente passa por palestras e é orientado por médico, psicóloga, assistente social, enfermeira e cirurgião para escolha do método contraceptivo mais indicado.
O Planejamento Familiar é um programa criado pelo Ministério da Saúde para cuidar da saúde sexual e reprodutiva do cidadão. Segundo Sirleia, além da vasectomia, ele disponibiliza outros métodos contraceptivos masculinos e femininos, como preservativos, lubrificantes, laqueadura tubária, Diu de cobre e anticoncepcionais orais e injetáveis.
“Nós trabalhamos a conscientização do paciente com relação aos métodos contraceptivos. Fazemos reuniões com atividades educativas, orientações com relação a saúde sexual e reprodutiva, expandindo todos os detalhes sobre como evitar uma gravidez indesejada”, explica Sirleia.

Suporte

Os atendimentos no Planejamento Reprodutivo são para a população que deseja ajuda para evitar uma gravidez indesejada ou para aqueles que buscam engravidar de forma segura e consciente. O serviço também oferece investigação de infertilidade conjugal para aqueles casais que não conseguem engravidar naturalmente. Além disso, o atendimento é feito também a adolescentes que buscam orientação sobre os métodos contraceptivos.
“Quem desejar qualquer tipo de orientação sobre planejamento familiar pode nos procurar. Não é necessário encaminhamento médico, ou seja, o paciente está liberado para nos procurar para saber sobre método que ele deseja”, disse a responsável.
A enfermeira Juliet Caldas, grávida de 7 meses da Ana Flor, aprova a atendimento oferecido pelo Planejamento Reprodutivo. “Às vezes pensamos que só quem não quer engravidar pode procurar esse tipo de serviço. Mas, quem deseja ter um filho também tem acesso e recebe toda a assistência necessária”, disse.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s