VENDEDORA VIBRA AO RECEBER O CRACHÁ DE AMBULANTE LEGAL: ‘É NOSSO BATIMENTO CARDÍACO!’

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou nesta terça-feira (18/02) mais 172 crachás de identificação do Programa Ambulante Legal. São agora 7.854 trabalhadores beneficiados em 121 bairros.

– Vocês agora têm seu crachá e agora vão ajudar a cuidar para que a calçada, a pracinha e a praia onde vocês trabalham não entupam de gente. Para não virar bagunça. Senão, os moradores reclamam, os comerciantes reclamam, todo mundo reclama. O bom é vocês, que têm o crachá, ajudarem a Prefeitura a defender a profissão de vocês – disse Crivella, que entregou pessoalmente o crachá a cada um dos ambulantes, como de costume.

Vendedora: “É nosso batimento cardíaco!”

O evento, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, reuniu titulares de licenças para comércio de rua dos seguintes locais: Guaratiba, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Grumari, Barra de Guaratiba e Vargem Grande.  Ivone Santana, 57 anos, está entre eles. Há três décadas, vende bebida e aluga cadeira e guarda-sol no Posto 8 da Praia da Barra. O verão chuvoso não tem sido parceiro e andou atrapalhado o faturamento. Mas ela não reclama. Seu lema de vida é “não desanime, viva cada dia de cada vez”. Na estação que deveria ser a de melhores vendas, a boa notícia veio em forma de crachá do Ambulante Legal.

– Nossa identificação no peito é nosso batimento cardíaco. É tudo de bom para o barraqueiro (da praia). Representa segurança e tranquilidade para a gente trabalhar – comparou Ivone, que é viúva, mãe de duas filhas e avó de cinco netos.

Quais as vantagens do crachá?

O crachá tem QR code, código de barras bidimensional de resposta rápida que permite à fiscalização e à população acessar em tempo real diversas informações: nome, número de inscrição e mercadorias autorizadas para venda. Por meio da tecnologia, também é possível verificar o local onde o ambulante pode atuar, em respeito ao ordenamento urbano.

Qualificação profissional e facilidade de financiamento

Lançado em agosto de 2018 pelo prefeito Crivella, o Ambulante Legal organiza e facilita a identificação dos vendedores autorizados a trabalhar nas ruas da cidade. Mas não é só. O programa prevê a implantação de políticas públicas de qualificação profissional dos vendedores. E incentiva que cada um faça crescer seu negócio e se torne empreendedor.

Com esse objetivo, a Prefeitura estabelece parcerias com a Caixa, para facilitar financiamentos, e com o Sesc, que oferece cursos gratuitos de empreendedorismo. E ainda tem o Procon Carioca, que dá condições aos ambulantes de limpar seus nomes e de abrir negociações em casos em que tenham, como consumidores, queixas contra empresas prestadoras de serviços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s