INEA INICIOU RETIRADA DE GIGOGAS DAS LAGOAS DA BARRA DA TIJUCA

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) inicia nesta segunda-feira (2/3), a retirada de gigogas do sistema lagunar da Barra da Tijuca e de Jacarepaguá. Dois ecobarcos contratados pelo órgão ambiental estadual irão percorrer esses ecossistemas lagunares, para fazer o recolhimento dessas plantas aquáticas.

No sábado (29/2), uma equipe do Inea trabalhou na mobilização do serviço e o presidente do Inea, Carlos Henrique Vaz, acompanhou os trabalhos. As embarcações tem capacidade para retirar cerca de 30 toneladas de gigogas, por dia, para destinação ambiental adequada.

O trabalho começa na ecobarreiras do Itanhangá, onde encontram-se acumuladas as gigogas provenientes dos cursos d’água que recebem grande quantidade de matéria orgânica das comunidades que os margeiam. Essa medida visa impedir que as plantas aquáticas atinjam o quebra-mar e consequentemente cheguem às praias da Barra e da Zona Sul.

Na terça-feira (3/3), será inaugurada a primeira ecobarreira do sistema lagunares da Barra da Tijuca e de Jacarepaguá.

Mais robusta e mais resistente, a estrutura foi instalada na foz do Rio Arroio Pavuna que deságua na Lagoa do Camorim, e terá capacidade para reter, em média, 125 toneladas de resíduos sólidos flutuantes e gigogas, por mês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s