LIDERA MULHER COMPLETA DOIS ANOS FORTALECENDO O EMPREENDEDORISMO FEMININO

No Brasil, o número de mulheres microempreendedoras chegou a 3 milhões. Entendendo que empreender é investir nos sonhos, através do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulher, Idoso e Pessoa com deficiência, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, há dois anos criou o projeto “Lidera Mulher”. Com foco na autonomia e no fortalecimento da rede feminina em São Gonçalo, o projeto já formou cerca de 200 empreendedoras de diferentes segmentos e hoje é referência a nível internacional.

Rumo à sétima turma de formação e com uma equipe técnica formada por psicólogas e assistentes sociais, o Lidera Mulher também tem como objetivo a consolidação formal de muitos negócios chefiados por quem, em muitos casos, é responsável por grande parte da renda familiar: as mulheres.

Desde 2018, após uma parceria de sucesso com o Partage Shopping, o projeto abriu as portas do espaço Expo Lidera Mulher, utilizado para exposição e venda dos produtos das empreendedoras, e que também serve como espaço de encontros e formação.

Foi passando em frente a esse espaço que a empreendedora Lu Medeiros, de 41 anos, conheceu o Lidera. Ela, que há alguns meses já trabalhava com artesanato, conta que a formação a auxiliou a direcionar a sua marca e definir quais produtos seriam o foco da produção. Ela ainda não imaginava, mas, mais a frente ela faria parte da quarta turma de formação e gerenciaria esse espaço junto a outras mulheres.

“Mais do que empreendedorismo o Lidera Mulher é sobre o empoderamento da mulher. O projeto criou uma rede de fortalecimento entre as participantes!”, destacou a proprietária da Lu Medeiros Acessórios.

Com oficinas de qualificação divididas pelos segmentos moda, beleza, gastronomia e artesanato, o projeto contou com formações ministradas por empreendedores da cidade e profissionais do Lidera Rio, programa de geração de emprego e renda a partir de pequenos negócios, do Sebrae, que serviu de inspiração para a proposta gonçalense. O projeto existe desde 2005, e tem foco na formação de líderes públicos municipais, que pensem projetos que potencializem mudanças inovadoras nos municípios.

Outra fonte de inspiração para o Lidera nasceu em São Gonçalo: a Feira da Mulher Empreendedora (Femesg), que há 13 anos capacita e cria espaços para as mulheres empreendedoras na cidade.

“Muitas dessas mulheres sofreram algum tipo de violência ou violação de direitos, outras estão em busca da independência financeira. Completamos 13 anos de realização da Feira, e cada vez mais temos visto a importância de investir no potencial das mulheres!”, disse Ana Marita, coordenadora da Femesg.

Se destacando a nível estadual, o Lidera também foi escolhido, dentre oito municípios do Estado do Rio, como melhor projeto nas categorias “ambiente de negócios” e “melhor projeto por município”. Além disso, ficou entre os cinco finalistas dos melhores casos de sucesso do Centro de Liderança Pública (CLP).

“Esse projeto foi pensado para que através da liderança econômica essas mulheres liderem as suas próprias vidas. Cada uma delas tem um grande potencial, e ao longo do projeto esse potencial foi trabalhado e incentivado. Fui a servidora municipal escolhida para representar São Gonçalo no Lidera Rio e durante este tempo, pensei em desenvolver algo para o empoderamento da mulher e chegamos a este tema!”, disse Paola Souza, servidora municipal e idealizadora do Lidera Mulher. Ela já levou o projeto à Columbia University, em Nova Iorque; São Paulo, junto a ONU Mulheres, e em junho, chegará a Oxford, na Inglaterra.

E complementa: “Esses não são só reconhecimentos individuais. É a cidade de São Gonçalo e sua potência chegando a tantos lugares. É o nosso município sendo reconhecido pela sua excelência no empreendedorismo e inovação!”, completou.

Para Viviane Curto da Costa, de 40 anos, aluna da quarta turma do projeto, o Lidera é um espaço que torna os sonhos possíveis.

“Iniciativas como o Projeto Lidera são de suma importância dentro da realidade social que vivemos hoje. Sem sombra de dúvidas estimula mulheres a acreditam mais em si e no seu potencial, além de trabalhar a autoestima. O Lidera é uma mola propulsora para nos incentivar a dar saltos cada vez mais altos!”, disse a empreendedora da Mundo de Papel, marca que existe há três anos e há mais de um é acompanhada pelo projeto.

A sétima turma teve a aula inaugural no dia 9 de março. Dentre os temas discutidos estavam as oficinas sobre precificação, empreendedorismo, fluxo de caixa, desenvolvimento humano, marketing pessoal, mídias sociais, MEI e INSS (Programa de Educação Previdenciária – PEP).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s