RJ: 800 MIL PESSOAS VACINADAS DURANTE PRIMEIRA SEMANA DE CAMPANHA

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro imunizou 807.701 pessoas nos 92 municípios fluminenses durante a primeira semana da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe.  Desse total, 683.740 doses, o equivalente a 84,6% foram aplicadas em idosos, que é o público-alvo nesta etapa da campanha, assim como os profissionais da saúde. 

Nos primeiros dias de imunização, vários postos da prefeitura do Rio e de algumas prefeituras da Baixada Fluminense ficaram sem vacina. O ministério da Saúde informou que há 75 milhões de doses da vacina contra a gripe para serem distribuídas em todo o país, com um público-alvo de 69 milhões de pessoas. De acordo com a pasta, não há necessidade de uma corrida aos postos de vacinação. 

Para evitar filas, na última terça-feira (24), a SES mudou a estratégia de vacinação contra a gripe. O esquema, dividido por faixas etárias, começou priorizando idosos com 80 anos ou mais. De hoje (30) até o dia 3 de abril, será a vez de pessoas com idades entre 70 e 79 anos; e, de 6 a 14 de abril, pessoas que tenham entre 60 e 69 anos. A partir do dia 15 a vacina poderá ser aplicada em todos os cidadãos com 60 anos ou mais. 

Até o momento, a secretaria já disponibilizou 2,2 milhões de doses para todos os  municípios do estado. A chegada de novos lotes da vacina para fazer mais uma distribuição às cidades ainda não aconteceu. A competência de entrega de imunizantes aos estados é do ministério da Saúde, enquanto a distribuição dos lotes às cidades é de responsabilidade estadual.

Próxima fase

A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril, com o objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança. A última fase, que começa no dia 9 de maio, dará prioridade a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos submetidos a medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Composta de uma versão atenuada dos vírus, a vacina provoca uma resposta imunológica que ensina às celulas a atacarem da maneira correta o agente infeccioso. O composto protege contra as três variações de gripe mais comuns no hemisfério sul: a H1N1, a H3N2 – ambas da família Influenza A -, e a Influenza B.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s